Pages

segunda-feira, 24 de março de 2008

Felicidade Instantânea


E no de repente daquela noite,
eu te ví, te percebi
e no impulso dos meus lábios te falei.

E juro nunca ter pensando
nessa felicidade instantânea.

Adorei!






O post é dedicado.
Ro, foi pra você.

3 comentários:

Gil Grunwald disse...

meu, eu tb penso assim.
adoro mudanças e coisas novas..mas sempre travo nas grandes mudanças..
tenso, muito tenso. :D

a felicidade instantaânea tá aí. é só saber achar!

Carol disse...

QUE LINDO!!!!

Gueixa® & Samurai® disse...

Muito lindo!
Boa semana.