Pages

domingo, 16 de março de 2008

O Pra Sempre e o Nunca

Voltando para casa, depois de um bolo levado neste domingo pensei numa coisa: Qual a relação entre o "pra sempre" e o "nunca"?
Na verdade, eles são quase a mesa coisa. Pois ambos querem definir o que é definitivo, não? O "pra sempre" diz que tal coisa nunca acabará. E o "nunca" que outra coisa se acabará pra sempre. É um papo de maluco, mas não é uma conclusão tola. Faz a gente parar pra pensar.
Qual a diferença entre: "Eu te amo pra sempre" e "Eu nunca vou deixar te amar". Se pararmos pra pensar, as duas orações dizem a mesma coisa. De algo definitivo. Porém, usamos de palavras que têm sentidos opostos. Opostos para dizerem a mesma coisa.
Na verdade, não estava pensando na questão gramatical da coisa. Estava pensando na única coisa que venho pensando constantemente esses dias. Naquela pessoa. A pessoa que mais amei e que continuo amando nesta vida.
Isto, é papo pra outro post. Mas, fiquei pensando nisso e senti a vontade de escrever.

Abertas opiniões.
=o)

Boa semana!

3 comentários:

Mariah só Mariah disse...

oi...muito obrigada pela sua visita...não é intromissão não. afinal, a gente implora por popularidade.
seja sempre bem vindo.
quando conseguir respirar paro aqui para ler o seu também
mariah

Gil Grunwald disse...

olha, não é que faz sentido?
não tinha parado pra pensar neste sentido de nunca..pra sempre..

eu evito usar "pra sempre", afinal, é algo que não existe..prefiro curtir o momento e não ficar definindo o tempo que as coisas, sentimentos e etc devem/podem durar.

é tão mais fácil assim né?

ps: sinto que a tpm da minha sorte tá acabando :D

Tina disse...

Oi Dinho!

Amor é assim mesmo: quando agente descobre a fórmula (?) não existe mais o amor.

beijo e obrigada pela visita.