Pages

sábado, 13 de dezembro de 2008

O jardim das preguiças - Miniconto.

O garoto era preguiçoso. Sua mãe justificava dizendo que era porque a parte de baixo da orelha dele era 'descolada' da pele do rosto. Então por isso, era preguiçoso.
Além de preguiçoso, curioso, porque queria saber onde cortavam as orelhas das pessoas pra nascerem preguiçosas. Perguntou à professora, então pediu ao pai para ir no zoológico. Mas lá, não tinha a preguiça que queria. Perguntou à coleguinha e ela o levou na casa de uma senhorinha. Mas lá, não tinha a preguiça que queria, tinha a Dona Pri Guissa.
No enfim, procurou, procurou e não encontrou. Até que um dia resolveu abrir um livro e tamanha foi a sua surpresa que as flores preguiçosas do jardim das preguiças falaram com ele durante o dia todo. Elas explicaram que essas estórias de orelhas descoladas são apenas invenções.
Daí então, o garoto continuou preguiçosinho como antes, mas muito determinado e sempre fazia o que lhe dava na sina.

7 comentários:

Anne Kravitz disse...

Adorei!
O estilo desse conto me lembra o livro O Ponto Cego, da Lya Luft. Tb conta a história de um menininho curioso e é mtooo doce.
Bjo

Flávia disse...

Esse garoto poderia ser uma garota: eu ;)

Beijos, rapaz, boas festas pra vc!

Gil Castilho disse...

Adoro seus textos cara, tão simples e fofos *.*

Xuxu, feliz 2009 /o/
muitas palavras, felicidade, diversão e tudo de melhor no próximo ano.

:**

Vaninha® disse...

Adoro argumentos, adoro acenar para eles quando passam. (Piratas do Caribe)

Feliz 2009!!!!!!!!!

lidi ;) disse...

Muito bom o texto. Simples, as subjetivo. Faz minha imaginação ir longe.

beijo
Ótimo 2009 pra ti.

Fabi disse...

Tava com saudade daqui.
estou voltando à programação normal...
Beijos.

Natasha disse...

Edyh!
UAhsuahsuahs esse conto sobre a preguiça é tão complexo que me deu preguiça de terminar de ler..
aauahauhauha brincadeira.
Adoreeei o blog, vc como sempre original e com mto conteúdo!
Beeeeijos, sucesso de uma amigona q te ama mt!